Blog Santo Antônio
Notícias

Os produtores rurais atenderam o chamado da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, por meio da secretaria de Assistência Social e realizaram a doação de 30 cestas básicas e 10 colchões para as famílias atingidas pela chuva.

A entrega ocorreu na manhã de hoje, no centro de apoio, localizado na Escola Municipal Irani Leite. O vice-presidente da Associação Baiana de Algodão (Abapa), Paulo Schmidt falou da importância da mobilização.

“Até as pessoas se reorganizarem, tem que ter alguém que ajude de uma maneira rápida e eficiente. E eu vejo que o que está sendo doado está chegando para quem está precisando de imediato. E isso é muito bom”, destacou

Odacil Ranzi, presidente da Associação Baiana de Agricultores e Irrigantes (Aiba), se solidarizou com as famílias.

“A gente sabe que a nossa cidade não está preparada no momento para receber essas enxurradas e daí tem essas tragédias nas famílias, mas graças a Deus não foi perdida nenhuma vida e esse é o mais importante de tudo”.

A secretária de Assistência Social, Scheilla Bernardes contou que hoje mesmo algumas famílias já foram beneficiadas com as cestas básicas e os colchoes.

“Hoje de manhã já fizemos a distribuição para algumas famílias que já havíamos cadastrado, visitado desde as chuvas. Eu quero agradecer muito as pessoas que movimentam o agro aqui na nossa região, que sempre demonstraram sensibilidade com as causas sociais”.

A primeira-dama do município, Cintia Borges que tem acompanhado de perto as ações da campanha, agradeceu as doações.

“Quero agradecer a todos que se mobilizaram no seu trabalho, na sua empresa para poder proporcionar o melhor para o próximo”.

Também participaram da entrega, o supervisor da Bahia Farm Show, Leandro Costa, o supervisor da Abapa, Douglas Fernandes e a representante da Central de Doadores, Cátia de Jesus Barbosa.

Entidades parceiras
Bahia Farm Show, Fundação Bahia, Aiba, Abapa, Central de Doadores e demais parceiros.

Fonte: ASCOM

No Rio de Janeiro, 5.636 detentos que cumprem pena no regime semiaberto foram autorizados a permanecer em prisão domiciliar, devido à pandemia do novo Coronavírus. As saídas dos detentos vêm ocorrendo desde março do ano passado.

Desde então, o planejamento do retorno de milhares de detentos para as cadeias do estado têm sido difícil, pois é necessário evitar a contaminação daqueles que permaneceram atrás das grades.

Em São Paulo, quase 1.700 detentos não voltaram aos presídios, em decorrência da “saidinha” de Natal e Ano Novo.

O juiz Rafael Estrela chegou a determinar o retorno dos detentos em setembro do ano passado. Porém, a decisão foi suspensa liminarmente pela Defensoria Pública. O prazo de 90 dias para que a situação seja reanalisada pela VEP (Vara de Execuções Penais), se encerra no dia 24 de janeiro.

Adriana Ferreira Almeida, conhecida como Viúva da Mega-Sena, é uma das presas com o retorno indefinido. Ela, que foi condenada a 20 anos por ser mandante do assassinato do marido, ganhou a chamada “saidinha” de Natal e saiu no dia 24 de dezembro.

A ex-cabelereira, ao lado de Suzane von Richthofen e outros, se encaixa na questão dos acusados de crimes hediondos que ainda recebem o benefício, levantada pelo Pleno.News.

Viúva da Mega-Sena está em prisão domiciliar desde 24 de dezembro
Viúva da Mega-Sena está em prisão domiciliar desde 24 de dezembro Foto: Reprodução

A Defensoria Pública argumentou que a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) do Rio não havia apresentado um planejamento satisfatório para o retorno dos presos. Por isso, havia a necessidade de adiamento.

Ainda segundo a Defensoria, no dia 6 de julho, a própria Seap admitiu, em processo administrativo, que não havia a possibilidade de disponibilizar locais para colocar em isolamento todos os presos que deveriam voltar.

Daniel Diamantaras de Figueiredo, Coordenador do Núcleo do Sistema Penitenciário da Defensoria Pública do Estado, afirma ser a favor do retorno dos presos, mas desde que haja um planejamento para que isso ocorra.

Não há pesquisa alguma que mostre o aumento da criminalidade por causa dessa situação, afirma coordenador

– A defensoria não é contra o retorno dos presos. O correto seria voltarem. Mas estamos numa situação excepcional. Diante da ausência de um plano de retorno, pela falta de estrutura e espaço, o melhor caminho é mantê-los em prisão domiciliar. Não há pesquisa alguma que mostre o aumento da criminalidade por causa dessa situação – afirma.

No último dia 13, a Defensoria Pública entrou com um pedido para que o juiz titular da VEP dê uma nova decisão sobre o retorno dos presos, conforme a determinação da 1ª Câmara Criminal. No entanto, ainda não ocorreu.

A PRISÃO DOMICILIAR

A VEP determinou que os beneficiados permaneçam em casa das 22h às 6h nos dias de semana. Em fins de semana e feriados, eles não podem sair. Apesar das regras impostas, porém, falta fiscalização. A vara informa que a fiscalização não é exclusividade sua, devendo ser realizada também por Seap, Polícia Militar, Polícia Civil e Ministério Público.

Não há determinação de uso de tornozeleira eletrônica para monitoração dos detentos.

A VEP acrescentou ainda que os presos que descumprirem as condições estabelecidas perderão automaticamente o benefício e ainda vão regredir para um regime mais grave.

Fonte: Pleno News

Sandra Terena, esposa do jornalista Oswaldo Eustáquio, utilizou suas redes sociais nesta segunda-feira (18), para denunciar o fato de que está há um mês sem ver seu marido. Eustáquio foi preso por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Ela criou um abaixo-assinado pedindo a liberdade do marido. Até o momento, já foram conseguidas mais de 6.800 assinaturas. A meta é 10.000.

O abaixo-assinado pode ser acessado neste link.

– Um mês da prisão do meu marido ⁦⁦Oswaldo Eustáquio e ainda sem vê-lo. Cremos na palavra de Deus que diz: “Meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra. O Senhor é quem te guarda; O Senhor te guardará de todo o mal; guardará a tua alma”. Assine https://citizengo.org/pt-br/signit/1 – escreveu.

 

Fonte: Pleno News

O governo de São Paulo pediu, na manhã desta segunda-feira (18), a autorização para uso emergencial de um novo lote da CoronaVac, contendo cerca de 4,8 milhões de doses do imunizante. A informação foi confirmada pelo governador João Doria em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

– Uma nova autorização é necessária pela Anvisa para liberação deste novo lote de 4,8 milhões de doses da vacina do Butantan. Estamos seguros de que a análise será feita com o mesmo critério, cuidado e agilidade – completou.

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que o pedido foi feito na manhã desta segunda a pedido da própria Anvisa. Membros do governo paulista já haviam adiantado no domingo (17) que o pedido seria feito nesta manhã.

– Esperamos que dessa vez a decisão seja emitida no mais curto espaço de tempo visto que, do ponto de vista de documentação, os analisados no primeiro processo serão majoritariamente os mesmo já analisados nesse primeiro pedido – completou.

Covas afirmou que esse pedido servirá para toda a produção local da Coronavac e não apenas para o lote de 4,8 milhões de doses. Ele destacou ainda que um novo carregamento de matéria-prima para produção da CoronaVac aguarda liberação do governo da China, mas já está pronto para embarque.

Fonte: Pleno News

Fonte: Grupo Santo Antonio

O presidente Jair Bolsonaro recebeu na manhã desta segunda-feira (18), o embaixador indiano no Brasil, Suresh K. Reddy, para uma reunião no Palácio do Planalto. O compromisso não estava previsto na agenda oficial e ainda não há detalhes sobre a reunião. Na semana passada, Bolsonaro afirmou que as vacinas não foram entregues ao Brasil por conta do início da campanha de vacinação na Índia.

Com o início da vacinação na Índia no último sábado (16), a previsão é que a carga de imunizantes para o Brasil seja liberada nos próximos dias, mas, por enquanto, não se sabe quando isso deve ocorrer. Na sexta-feira (15), Bolsonaro chegou a dizer que o cronograma de entrega poderia atrasar “dois, três dias”.

– Resolveu-se, não foi decisão nossa, atrasar em um ou dois dias até que o povo comece a ser vacinado lá (na Índia), porque lá também tem as pressões políticas de um lado ou de outro – afirmou na última sexta-feira, em entrevista à TV Band.

O avião fretado que estava em Recife, em Pernambuco, pronto para buscar os imunizantes produzidos pelo laboratório indiano Serum foi então direcionado para o carregamento de cilindros de oxigênio para serem transportados a Manaus.

*Estadão

Fonte: Pleno News

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), confirmou nesta segunda-feira (18) que as eleições para o comando da Casa serão realizadas de forma totalmente presencial em 1º de fevereiro. A decisão foi tomada pela Mesa Diretora, com voto contrário de Maia.

A Casa estudava a possibilidade de voto virtual ao menos para os deputados do grupo de risco na pandemia de Covid-19, mas o bloco do candidato Arthur Lira (PP-AL), líder do Centrão, era contra. O Progressistas já havia questionado oficialmente a Câmara, inclusive, levantando suspeitas sobre ataques hackers.

Para resolver o imbróglio, a Mesa Diretora da Câmara foi convocada para reunião hoje para deliberar e definir o formato da eleição.

– Se decidiu por maioria, contra meu voto, não haver flexibilidade na votação presencial – disse Maia. Ele era a favor da flexibilização para os idosos e para parlamentares com comorbidades.

De acordo com Maia, em razão dessa decisão, 513 deputados e um total de ao menos 3 mil pessoas terão que comparecer à Câmara no dia da votação.

Ele lembrou a posse do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luis Fux, em que vários convidados, incluindo Maia, se contaminaram com Covid-19.

– Vamos trazer parlamentares de 27 estados em um momento de crescimento da pandemia – disse, destacando que a nova variante do vírus é mais contagiosa e letal.

A Mesa Diretora adiou a terceira decisão que deveria ter tomado sobre a validade das assinaturas de deputados suspensos do PSL, o que pode tirar o partido do bloco de Baleia Rossi (MDB-SP) e colocar a sigla no de Lira. A legenda é a segunda maior bancada da Casa.

VOTO IMPRESSO
Ainda sobre a eleição, Maia disse ter divergido da Mesa, mas que precisa respeitar o resultado.

– Eu achei que uma parte lá (Mesa), ia pedir voto impresso, contaminada pelo governo. Parece que vêm manifestantes defender candidato do governo e voto impresso já. Você vê que risco nós estamos correndo para 2022 – disse.

Maia afirmou ter certeza que o ministro do STF, responsável pelas eleições de 2022, Alexandre de Moraes terá bastante comando sobre o processo eleitoral.

Grupos de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro organizam caravanas em direção a Brasília para pedir a eleição de Lira na presidência da Câmara. Para eles, o candidato é o único nome na disputa que pode levar adiante a adoção do voto impresso para as eleições presidenciais de 2022. O novo modelo de votação é bandeira de Bolsonaro.

*Estadão

Fonte: Pleno News

Nesta segunda-feira (18), começou o início do processo de distribuição das quase 6 milhões de doses da CoronaVac, imunizante contra a Covid-19 desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, para os 26 estados do Brasil e o Distrito Federal. As caixas já estão no Departamento de Logística da Saúde (DLOG), em São Paulo.

Segundo o Ministério da Saúde, a distribuição das vacinas será feita com aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) e caminhões com cargas refrigeradas. As companhias Azul, Gol, Latam e Voepass farão o transporte para os estados que necessitem de transporte aéreo.

Após as doses desembarcarem nos estados, os governos estaduais irão se encarregar de levar as vacinas até os municípios em parceria com o Ministério da Defesa. Os primeiros voos sairão de São Paulo, primeiramente para o Distrito Federal e para as capitais de 10 estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina.

– Nesta segunda-feira, às 7h, a distribuição das vacinas irá para todos os estados brasileiros, para que cada governo possa dar início ao plano de vacinação. O DLOG vai fracionar, agora, as quantidades corretas para cada estado. A Força Aérea Brasileira vai fazer a entrega nos pontos focais. A partir daí, os estados fazem a distribuição local – disse o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Na tabela divulgada pelo Ministério da Saúde, 907.200 doses da CoronaVac já estão separadas para os indígenas de todas as regiões do Brasil. A divisão das doses entre os estados será feita da seguinte forma:

Região Norte

– Rondônia – 33.040
– Acre – 13.840
– Amazonas – 69.880
– Roraima – 10.360
– Pará – 124.560
– Amapá – 15.000
– Tocantins – 29.840
– Total de doses – 296.520

Região Nordeste

– Maranhão – 123.040
– Piauí – 61.160
– Ceará – 186.720
– Rio Grande do Norte – 82.440
– Paraíba – 92.960
– Pernambuco – 215.280
– Alagoas – 71.080
– Sergipe – 48.360
– Bahia – 319.520
– Total de doses – 1.200.560

Região Sudeste

– Minas Gerais – 561.120
– Espírito Santo – 95.440
– Rio de Janeiro – 487.520
– São Paulo – 1.349.200
– Total de doses – 2.493.280

Região Sul

– Paraná – 242.880
– Santa Catarina – 126.560
– Rio Grande do Sul – 311.680
– Total de doses – 681.120

Região Centro-Oeste

– Mato Grosso do Sul – 61.760
– Mato Grosso – 65.760
– Goiás – 182.400
– Distrito Federal – 105.960
– Total de doses – 415.880

 

Fonte: Pleno News

Um rabino israelense, Yisrael Meir Lau, foi diagnosticado com o novo coronavírus, dias após receber a segunda dose da vacina Pfizer contra a Covid-19. A informação foi confirmada no último sábado (17). De acordo com um tweet de seu neto, Yedidya Lau, o rabino passa bem e não tem demonstrado sintomas.

Não está claro quando Lau, de 83 anos, foi infectado pelo vírus, mas ele deve ter contraído antes de receber a segunda dose da Pfizer. Normalmente, pode levar algum tempo até que as vacinas gerem a imunização efetiva no paciente.

No Twitter, Yedidya informou que seu avô foi contaminado pela esposa, diagnosticada com o vírus uma semana antes.

O rabino se vacinou com a primeira dose já no início da campanha nacional de imunização. Ele fez um apelo para a comunidade ultraortodoxa, que foi duramente atingida pela pandemia.

– Não fiquem com medo. A vacinação é uma obrigação de todos nós – disse.

De acordo com o jornal The Times of Israel, cerca de dois milhões de israelenses já tomaram a primeira dose da vacina, e 225 mil receberam a segunda dose. O plano do governo é imunizar 5,2 milhões de cidadãos até março.

Fonte: Pleno News

O cantor Gusttavo Lima confirmou ao colunista Leo Dias, do Metrópoles, que ele e a ex-esposa, Andressa Suita, viajaram juntos para a cidade de Angra dos Reis (RJ). Segundo o colunista, a informação foi confirmada através de um telefonema atendido pelo próprio artista durante a noite de domingo (17).

De acordo com Leo Dias, ao ser questionado se havia retomado o relacionamento com Andressa, Gusttavo respondeu que ela é a mãe dos filhos dele e a mulher que ele mais ama no mundo. O cantor também disse que convidou a ex-esposa para passar um fim de semana em Angra, mas que tudo seria resolvido “no tempo de Deus”.

– Ainda é muito cedo para falar em volta. Convidei Andressa para passar um fim de semana comigo, e ela veio. Em nome dos nossos filhos, resolvemos nos encontrar. Não podemos ficar inimigos. Tudo no tempo de Deus – explicou Gusttavo.

Andressa e Gusttavo anunciaram oficialmente a separação em outubro do ano passado. Pais de Gabriel e Samuel, os dois se casaram em dezembro de 2015. Na época da separação, Andressa afirmou que já não usava mais aliança e que estaria morando na antiga residência do casal em um condomínio de Goiânia.

Fonte: Pleno News

Após reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello nesta manhã, governadores comemoram o início da imunização contra a Covid-19 no Brasil, com data acertada para esta segunda-feira (18), às 17h. No Twitter, os líderes celebram o imunizante como “vitória da ciência” e garantem logística para dar início à campanha de vacinação o mais rápido possível.

O governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB), afirmou que o secretário de Saúde do Estado, Carlos Eduardo Lula, já recebeu o primeiro lote de vacinas destinadas ao Maranhão e, “assim que elas chegarem, iniciaremos o transporte e entrega às prefeituras”. Apesar de classificar o momento como uma “grande conquista”, Dino faz um apelo à “viabilização urgente” dos imunizantes, “pois o número inicial é muito pequeno”. Segundo ele, a alternativa mais viável é a fabricação dos imunizantes no Brasil, pelo Butantan e pela Fiocruz. “O foco deve ser esse agora”, afirmou.

No início da reunião desta manhã, os governadores tinham combinado o início da vacinação para terça-feira (19) às 14h. No entanto, Pazuello adiantou para hoje, às 17h. Antes, o planejamento da pasta era iniciar a vacinação na quarta-feira (20) às 10h.

Diante da mudança, governadores foram obrigados a antecipar o calendário de vacinação. Romeu Zema (Novo), governador de Minas Gerais, escreveu ser um “dia emocionante e decisivo na luta contra a pandemia” e afirmou que o estado está “preparado para a chegada da vacina contra a Covid-19”. Segundo a publicação, Minas Gerais iniciará a distribuição e aplicação aos grupos prioritários “imediatamente”.

A antecipação do calendário de imunização também foi noticiada pelos governadores Renato Casagrande (PSB-ES), Wellington Dias (PT-PI), Antonio Denarium (PSL-RR), Reinaldo Azambuja (PSDB-MS), Camilo Santana (PT-CE). O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), publicou na rede social que “a primeira dose da vacina será aplicada hoje às 17h no Cristo Redentor”.

O Amazonas, que esteve no foco nos últimos dias pelo colapso do sistema de saúde na capital, Manaus, também mostrou-se pronto para iniciar a imunização. O governador Wilson Lima (PSC) ainda afirmou que o estado receberá, além das 256 mil doses preestabelecidas, 50 mil doses doadas pelo Governo de São Paulo.

O aval dado no domingo (17) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) alcança a distribuição de 6 milhões de doses da Coronavac, imunizante produzido pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, para todos os Estados do país.

Na reunião simbólica de recebimento das doses desta manhã, participaram os governadores do Amapá, Waldez Góes (PDT); Ceará, Camilo Santana (PT); Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB); Goiás, Ronaldo Caiado (DEM); Mato Grosso, Mauro Mendes, (DEM); Pará, Helder Barbalho (MDB); Paraná, Carlos Massa Ratinho Jr. (PSD); Pernambuco, Paulo Câmara (PSB); Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT); Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB); Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL); e o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), em substituição a João Doria (PSDB).

*Estadão

Fonte: Pleno News

Em conversa com apoiadores na manhã desta segunda-feira (18), o presidente Jair Bolsonaro comentou a aprovação das vacinas contra a Covid-19 e rebateu quaisquer afirmações de que imunizantes sejam vinculados a governadores ou a estados. Na conversa, o líder disse que as vacinas são “do Brasil”.

– A Anvisa aprovou, não tem o que discutir mais. Havendo disponibilidade no mercado, a gente vai comprar e vai atrás de contratos que fizemos também, que era para ter chegado a vacina aqui. Então, tá liberado a aplicação no Brasil e a vacina é do Brasil, tá? Não é de nenhum governador não, é do Brasil – afirmou.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou, no domingo (17), o uso emergencial de duas vacinas: a Coronavac, desenvolvida no Brasil pelo farmacêutica chinesa Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan, ligado ao governo paulista, e a vacina de Oxford/AstraZeneca, produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Imediatamente após a autorização da agência reguladora, o governo paulista vacinou a primeira brasileira em território nacional. A enfermeira Mônica Calazans, 54 anos, imunizada na tarde de domingo. Em coletiva à imprensa, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, criticou o governador João Doria e chamou a ação de “jogada de marketing”.

– O Ministério da Saúde tem em mãos, neste momento, as vacinas, tanto do Butantan quanto da AstraZeneca. Nós poderíamos, tanto num ato simbólico quanto numa jogada de marketing, iniciar a primeira dose em uma pessoa, mas em respeito a todos os governadores, prefeitos e todos os brasileiros, o Ministério da Saúde não fará isso. Não faremos uma jogada de marketing – disse.

Fonte: Pleno News

LRN recebeu vídeos de moradores das populares do Alto da Chapada, em Morro do Chapéu, relatando os problemas causados por uma empresa que cedeu o galpão para caminhões pipa das empresas de construção das bases das torres eólicas que, além de levantarem poeira e fazerem lama, ainda deixam aberto um espaço que dá acesso a um poço, onde crianças podem sofrer acidentes.

Nos vídeos, é possível também perceber que os moradores reivindicam infra estrutura de calçamento para o local.

Neste caso específico, LRN recomenda paciência, pois, a gestão está apenas começando e a cidade, assim como o enorme município, com quase 6 mil quilômetros quadrados, está cheio de coisas a fazer, muito trabalho pela frente. LRN ainda encaminhou os vídeos à Secretaria de Comunicação para analise e adoção das medidas, junto ás secretarias da gestão.

Acompanhe:

Fonte: Leo Ricardo Notícias

Visando a limpeza e ordem da cidade, a Prefeitura instalou seis banheiros públicos nas principais praças da sede do município.

Os pontos são:
🔸Praça da Música
🔸Praça da Minerva
🔸Praça da Pirâmide

Os banheiros serão higienizados com frequência para a segurança biológica de todos.

A Prefeitura solicita aos morrenses o compromisso para manter a cidade limpa.

Cidade limpa, melhoria para todos.

Fonte: Leo Ricardo Notícias

O Ministério Público estadual ajuizou ação civil pública contra o município de Morro do Chapéu para garantir a implementação de uma política de educação ambiental na cidade. Segundo o promotor de Justiça Pablo Almeida, autor da ação, o município de Morro do Chapéu é um dos mais ricos da Bahia em sítios arqueológicos e de pinturas rupestres, bem como na área de patrimônio cultural, contando com três unidades de conservação estaduais – o Monumento Natural da Cachoeira do Ferro Doido, o Parque Estadual de Morro do Chapéu e a Área de Preservação Permanente (APA) Gruta dos Brejões. “Por isso é extremamente importante o desenvolvimento de ações concretas na área de educação ambiental”, destacou o promotor de Justiça.

Na ação, o MP requer que a Justiça obrigue o município de Morro do Chapéu a manter o Conselho Municipal de Meio Ambiente em funcionamento e atuante, fixando-se o prazo de 30 dias para implementação e reuniões, pelo menos, bimestrais, bem como garantir a capacitação continuada dos conselheiros municipais de meio ambiente. Além disso, requer que o Município garanta a participação da Secretaria de Educação no Conselho Municipal de Meio Ambiente, no prazo imediato após a regularização de funcionamento do Conselho; que elabore diagnóstico municipal de educação ambiental, de forma participativa, com o objetivo de mapear as ações e projetos de educação ambiental, no prazo de 180 dias; e firme parcerias entre secretarias municipais, com o órgão ambiental estadual e com organizações da sociedade civil para implementação do programa municipal de educação ambiental, no prazo de 180 dias.

“Identificamos diversas irregularidades no sistema de educação ambiental, dentre elas a ausência de Programa Municipal de Educação Ambiental, de realização de Conferências Municipais de Meio Ambiente, de dotação orçamentária específica para ações de educação ambiental e ausência da participação da Secretaria de Educação no Conselho, dentre outras”, destacou Pablo Almeida. Na ação, ele requer ainda que o Município designe dotação orçamentária, anualmente, para o desenvolvimento de programas, projetos e ações de educação ambiental, a partir de 2022; e aprove o Plano Municipal de Educação Ambiental no prazo de 180 dias, devendo sempre incluir a educação ambiental nos próximos Planos Municipais de Educação, a partir do ano de 2024.

Fonte: Leo Ricardo Notícias

O presidente Nacional do Democratas e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto estará em Luís Eduardo Magalhães, nesta terça-feira (19), e a partir das 8h30 concede entrevista à imprensa no hangar do aeroporto do município.

Na oportunidade, o prefeito Júnior Marabá falará dos decretos nº 106 e 107, de 15 de janeiro de 2021.

Fonte: ASCOM

A revitalização do Setor Industrial de Luís Eduardo Magalhães, foi tema de reunião na manhã desta sexta-feira (18), no gabinete da secretaria de Indústria e Comércio do município.

De acordo com o vice-prefeito e titular da pasta, Filipe Fernandes, a inciativa é fundamental para a atração de novos investidores.

Participaram do encontro, a diretora de Análise, Monitoramento e Incentivo sobre Áreas Produtivas e o assessor Especial da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia (SDE), Nelly Malheiros e Herbert Pereira. Além do diretor de Indústria e Comércio, Gilson Sena.

Fonte: ASCOM

A Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, através da secretaria de Saúde comemorou a notícia de que o primeiro lote com 380 mil doses da vacina Coronavac chega à Bahia nesta segunda-feira (18), por volta das 19h.

A equipe da saúde está em etapa de finalização do plano municipal de imunização e aguarda o envio das vacinas para início da vacinação.

Nessa primeira fase, serão vacinados trabalhadores da área de saúde que estão na linha de frente de combate a pandemia, idosos com mais de 75 anos, brasileiros acima de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência, indígenas e comunidades tradicionais.

Início da vacinação

De acordo com o secretário da saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, a distribuição para os 417 municípios baianos será feita imediatamente. Vilas-Boas afirma que o propósito é iniciar a vacinação na quarta-feira (20) pela manhã.

Fonte: ASCOM

Próximo de meio dia foi encontrado o carro da família que saiu de Brasília com destino ao Ceará e estava desaparecido. O veículo – um Honda Civic – foi localizado em uma ribanceira a 22 quilômetros de Formosa do Rio Preto, na divisa com o Piauí, no início da tarde desta segunda-feira, 18. O lugar é de difícil acesso e as equipes de busca estão fazendo a aproximação para saber se há sobreviventes.

Fonte: Radio Cidade FM

O carro de uma família do Distrito Federal, que realizava viagem pelo Nordeste brasileiro, foi encontrado, nesta segunda-feira (18/1), caído em um penhasco, na Bahia. José Cleves Araújo e Thatielle Cardoso Aires, além da filha de José, a estudante Giovana Araújo, saíram de Brasília em direção ao Ceará. Três corpos estavam no interior do veículo. A identidade das vítimas não foi confirmada.
 
Agentes da Divisão de Repressão a Sequestros (DRS), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) – responsável pela investigação do desaparecimento da família – foi acionada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que encontrou o veículo. Parentes das vítimas também foram acionados e chamados ao local para reconhecer os corpos.
 

Ainda não foi possível a identificação dos corpos, uma vez que a localização é de difícil acesso”, comentou o diretor da DRS, o delegado Leandro Ritt. Ele afirma, ainda, que a tragédia, ocorrida a 22 quilômetros de Formosa do Rio Preto, no interior do estado baiano, ocorreu após “o motorista do veículo perder o controle e sair da pista”.

 
Na última terça-feira (12/1), o trio embarcou rumo ao estado nordestino. Contudo, segundo a irmã de Thatielle, a vendedora Taline Cardoso, a última vez que a família entrou em contato com ela foi do município de Luis Eduardo Magalhães (BA).
 
Um radar de velocidade capturou imagem do carro da família, modelo Honda Civic, quando passava pelo município de Barreiras (BA).
Fonte: Metrópoles
  Curta nossa página
  PUBLICIDADE

| Todos os Direitos Reservados |