Blog Santo Antônio
Notícias

Fonte: Grupo Santo Antonio

O número de pessoas atingidas pelas chuvas em diversas regiões da Bahia não para de crescer. Segundo a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), até a tarde de quarta-feira (5), a quantidade de atingidos passou para 815.597. Um dia antes era de 796.882 pessoas. Apesar disso, houve redução de desabrigados, que passou de 29.243 para 28.224, e também de desalojados de 73.518 para 73.032. Até o momento foram registrados 26 mortos e 520 feridos.

De acordo com a Sudec, as informações foram recebidas pelas prefeituras e os números correspondem às ocorrências registradas em 174 municípios afetados. É importante destacar que, desse total, 163 estão com decreto de situação de emergência. Os seis últimos que decretaram foram: Aiquara, Barro Alto, Bom Jesus da Serra, Brumado, Itamari e Nova Itarana.

As localidades com vítimas fatais são: Amargosa (2), Itaberaba (2), Itamaraju (4), Jucuruçu (3), Macarani (1), Prado (2), Ruy Barbosa (1), Itapetinga (1), Ilhéus (3), Aurelino Leal (1), Itabuna (2), São Félix do Coribe (2), Ubaitaba (1) e Belo Campo (1).

Fonte: Bahia Notícias



Bombeiros militares do 2º Subgrupamento (2º SGBM) atuaram no resgate de uma mulher que ficou presa às ferragens, na manhã desta quarta-feira (5), em Luís Eduardo Magalhães, depois de uma colisão envolvendo dois carros de passeio.



A situação aconteceu no cruzamento das avenidas JK e Salvador, por volta das 6h25min. Os militares levaram cerca de 30 min para cortar as partes do automóvel que estavam sobre a vítima, o que permitiu a retirada dela para o atendimento médico por equipes do Samu.

Não há informações sobre as causas do acidente, que deverão ser apuradas pela autoridade policial competente.

Fonte: 17º GBM

A “Operação Praça Segura” tem o intuito de coibir ações delituosas, prevenir crimes e garantir a segurança da população. Segundo a GCM, serão desenvolvidas ações de patrulhamentos e monitoramento em todas as praças da Cidade de Luís Eduardo Magalhães, com abordagem a pessoas em atitude suspeita e saturações nas zonas quentes de criminalidade (ZQC), locais de maior índices criminais.

Fonte: Secretaria de Segurança, Ordem Pública e Trânsito

A prefeitura de Angical continua com os trabalhos intensivos de apoio à população atingida pelas fortes chuvas. O prefeito Mezo junto às secretarias municipais de Assistência Social, Infraestrutura e a Defesa Civil Estadual estão empenhados em solucionar todos os problemas causados pelas fortes chuvas, o mais breve possível.

Angical é um dos municípios da região oeste mais atingidos pelas chuvas e a atual gestão tem realizado trabalhos emergenciais na sede e zona rural atendendo todas as comunidades, na limpeza e retirada de lama e materiais que foram arrastados pelo alagamento, assistência com alojamento de desabrigados, alimentação e atendimento a saúde.

Na tarde de ontem (05), o prefeito recebeu a visita da equipe do 4° BEC de Barreiras e apresentou toda a situação estrutural em que se encontra o município de Angical. O engenheiro do exército fez um levantamento de toda a situação que será apresentada ao comando por meio de um relatório, mas já é sabido que existe a possibilidade de montar uma ponte móvel na BA que liga Angical a Missão.

Mesmo passando por um problema de saúde, o prefeito Mezo continua monitorando e coordenando todos os trabalhos diretamente do Gabinete de Crise, na prefeitura do município. “Os trabalhos não param, temos urgência em solucionar os transtornos causados pelas chuvas e trazer tranquilidade e segurança para a população angicalense, que vive esse momento de tristeza. Sabemos que muitas ações só podem ser realizadas quando a chuva parar, mas o que precisa ser feito em caráter de emergência não medimos esforços e estamos realizando o necessário”, pontuou o prefeito.

Fonte: Ascom Angical
Segundo comunicado da Presidência, veto se deu porque cooperativas possuem direito às exclusões, que costumam zerar a base de cálculo da contribuição para o PIS/Pasep e Cofins

O presidente Jair Bolsonaro sancionou com veto o projeto de lei sobre operações de compra e venda de etanol, mas a restrição a um dispositivo não impedirá a comercialização direta por produtores do biocombustível, segundo nota da Presidência da República.

“Visando à adequação quanto à constitucionalidade e ao interesse público, o presidente da República vetou os dispositivos que tratavam da venda direta e estendiam essa permissão para as cooperativas produtoras ou comercializadoras de etanol”, afirmou a nota da Presidência da República.

Segundo o comunicado, o veto se deu porque as cooperativas possuem direito às exclusões, que geralmente reduzem a zero a base de cálculo da contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins.

“A propositura legislativa, assim, criaria uma renúncia fiscal sem a devida previsão orçamentária, o que viola o art. 14 da Lei de Responsabilidade Fiscal, bem como a constitucionalidade, visto que distorce a concorrência setorial, em desacordo com o inciso IV do art. 170 da Constituição Federal”, acrescentou.

Contudo, a Presidência destacou que o veto “não impedirá” as operações de venda direta de etanol, uma vez que tal assunto poderá ser normatizado pela reguladora ANP, que já disciplinou essa matéria por meio de resolução.

Especialistas ouvidos anteriormente pela Reuters, antes do anúncio do veto, haviam dito que a medida não deveria atingir o objetivo pretendido pelo governo de redução dos preços dos combustíveis em grandes pólos consumidores, e ainda poderia aumentar riscos de sonegação de tributos.

A Presidência da República acrescentou que Bolsonaro sancionou a parte do projeto de lei que muda a sistemática de cobrança do PIS/Cofins para evitar perda de arrecadação e distorções competitivas, tanto ao importador, caso exerça função de distribuidor, quanto ao revendedor varejista que fizer a importação, os quais deverão pagar as respectivas alíquotas de PIS/Cofins devidas.

Sobre a receita bruta, isso significa 5,25% de PIS e 24,15% de Cofins, incidentes por metro cúbico do combustível.

Com relação ao distribuidor de etanol anidro, a ser misturado à gasolina, deixa de valer a isenção desses dois tributos, passando a pagar 1,5% de PIS e 6,9% de Cofins, havendo um impacto ao anidro importado.

Além disso, explicou a Presidência, o distribuidor que paga PIS e Cofins de forma não cumulativa (sem acumular os tributos ao longo da cadeia produtiva) poderá descontar créditos dessas contribuições no mesmo valor incidente sobre a compra no mercado interno do anidro usado para adicionar à gasolina.

Ficou ainda autorizada a revenda varejista de gasolina e etanol hidratado fora do estabelecimento autorizado, limitada ao município onde se localiza o revendedor varejista autorizado, na forma da regulação da ANP.

“Ressalta-se ainda que a sanção ao projeto será importante para modernizar as regras afetas ao setor de combustíveis”, destacou a presidência.

Fonte: CNN Brasil

Uma equipe do Batalhão de Aviação Operacional da Polícia Militar do Distrito Federal (Bavop - PMDF) apoiou o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), nesta quarta-feira (5), no atendimento aos moradores ilhados em povoados de Cotegipe, na região Oeste.

No início da manhã, o helicóptero decolou levando médico e outros profissionais de saúde até a comunidade de Tabatinga.

Na mesma região, a equipe aérea levou alimentos e água potável para moradores de outras comunidades vítimas das fortes chuvas.

Ainda nesta quarta-feira, 1.500 litros de água mineral doados pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) foram levados pelo 17º Grupamento (17º GBM) até Cotegipe.

Em apoio ao município, o Grupamento também já encaminhou 1,8 mil peças de roupas, 40 kits de higiene pessoal, 80 cestas básicas e 30 fardos de farinha de milho.

Fonte: 17º GBM
População será atendida em outros três locais

A Unidade de Saúde Clayton Pignata Macêdo, localizada na divisa entre os bairros Santa Luzia e São Miguel que comporta as Equipes de Saúde da Família 03, 12 e 33, sofreu avarias em sua estrutura provocadas pelas fortes chuvas, sendo necessário a suspensão dos atendimentos na Unidade para manutenção, o que levou a Secretaria de Saúde a remanejar as Equipes de Saúde da Família para as Unidades Davy Bessa, no bairro Novo Horizonte, Jardim Ouro Branco e Gileno de Sá, no Loteamento Rio Grande.

A Secretaria de Saúde esclarece que o atendimento dos pacientes assistidos pelas Equipes de Saúde da Família  03, 12 e 33, de abrangência do Clayton Pignata Macêdo, serão dinamizados da seguinte forma:

A Equipe de Saúde da Família 03, atuará temporariamente na Unidade de Saúde Davy Bessa, no bairro Novo Horizonte. Já a Equipe 33, atenderá na Unidade Jardim Ouro Branco, e por fim, a Equipe 12 atenderá nos dias 06, 07 e 10 de janeiro, na Unidade Dr. Gileno de Sá, no Loteamento Rio Grande e a partir do dia 11 de janeiro, passará a atender na Unidade Dr. Nivaldo Moreira, no bairro Jardim Vitória.

“Diante das avarias causadas pelas fortes chuvas na Unidade de Saúde Clayton Pignata Macêdo, a Secretaria de Saúde agiu com prontidão, para preservar a segurança dos servidores e as condições de atendimento aos pacientes, realizando o reordenamento das Equipes de Saúde da Família 03, 12 e 33, em outras Unidades até que esta unidade receba os cuidados necessários”, destacou o secretário de Saúde Melchisedec Neves.

Fonte: População será atendida em outros três locais A Unidade de Saúde Clayton Pignata Macêdo, localizada na divisa entre os bairros Santa Luzia e São Miguel que comporta as Equipes de Saúde da Família 03, 12 e 33, sofreu avarias em sua estrutura provocadas p

Na manhã desta quarta-feira, 5, a Polícia Militar da Bahia, representada pelo comandante do CPRO Cel PM Osival, realizou o evento de entrega das novas instalações da sede provisória do DPM do Rosário, distrito do município de Correntina.

Participaram do evento de entrega das novas instalações do DPM Rosário, o Ten Cel PM Normanha, comandante da 30ª CIPM e diversas autoridades, dentre elas o Cap BM/GO Gomes e o ST PM/GO Denivaldo, representando o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar do Goiás, que ajudam dando suporte operacional na divisa Posse-GO/Rosário-BA, e a Sra. Nice vereadora de Correntina.

Participaram do evento também os empresários parceiros da Policia Militar que muito contribuíram para com a nova sede, sendo eles: Luiz Carlos Bergamaschi - presidente da ABAPA, Celso - gerente posto Rosário, Julio Volpato, Everaldo, Ademar, AIBA, Torneadora divisa, Igarashi, Primavera do Oeste, Agrosul, Sicred, J&H sementes, Fazenda Delta, Fazenda Gaio e torneadora Pereira.

Fonte: CPRO

Através da Secretaria de Infraestrutura, Obras, Serviços Públicos e Transporte, a Prefeitura de Barreiras segue fazendo manutenção em pontos específicos da cidade, que tenham sofrido algum tipo de dano em decorrência da incidência das fortes chuvas que caem em toda região. Nesta quarta-feira (5), um dos locais que recebeu a atenção das equipes da Infraestrutura foi a Rua Barão de Cotegipe, entre os bairros Morada da Lua de Baixo e Loteamento São Paulo, onde está sendo realizado a abertura nos pontos onde surgiram declives na pavimentação, para identificar as infiltrações e posterior reposição da base para que seja aplicada nova pavimentação.

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura, João Sá Teles, para evitar danos maiores, primeiro é realizada a identificação dos pontos de infiltração e em seguida é feita a recuperação do pavimento. “Com a incidência das fortes chuvas que tem caído no município desde o mês passado, algumas ruas ficaram danificadas, o que é agravado com o rompimento de tubulações de rede de abastecimento de água, gerando infiltrações e provocando depressões no asfalto que evoluem para buracos. Nossas equipes estão atuando em toda a cidade e na zona rural, na manutenção constante de ruas e estradas, conforme o clima vai permitindo, as intervenções vão acontecendo”, pontuou o secretário.

Fonte: Prefeitura de Barreiras realiza intervenções para corrigir depressões na pavimentação da Rua Barão de Cotegipe

 

 (crédito: Michael M. Santiago/AFP)

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (5/1) as regras para a vacinação contra a covid-19 de crianças entre 5 a 11 anos e confirmou que não vai exigir receita médica para imunização. Segundo a pasta, o primeiro lote de vacinas para o grupo pediátrico deve chegar ao Brasil no próximo dia 13. Já a distribuição aos estados deve começar no dia seguinte.

O ministro Marcelo Queiroga aproveitou a coletiva para destacar as diferenças do imunizante utilizado para a faixa-etária. “Essa faixa etária merece uma ênfase especial até porque esse público precisa ser atendido por vacina específica. Essa vacina foi desenvolvida pela Pfizer/Biontech, uma vacina que tem dosagem equivalente da vacina aplicada nos adultos. Isso foi testado em ensaios clínicos e logrou sucesso em agências sanitárias respeitáveis a exemplo do FDA, nos Estados Unidos, e a exemplo da Agência Europeia de Medicamentos (EMA). Agora, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) atestou a segurança regulatória”, explicou o ministro.

Sobre a vacinação em crianças, a pasta salientou as seguintes orientações:

  • A vacinação será em ordem decrescente, ou seja, começará pelas crianças mais velhas, de 11 anos, para as mais novas, de 5 anos, com prioridade para quem tem comorbidade ou deficiência permanente e para crianças quilombolas e indígenas;
    As duas doses da vacina serão aplicadas em intervalo de 8 semanas (dois meses), um prazo maior do que o de 21 dias previsto na bula. Segundo Rosa Leite Melo, secretária de enfrentamento da covid-19, esse período maior traz mais segurança e diminui as chances de efeitos adversos;
  • O Ministério da Saúde orienta que os pais busquem recomendação prévia médica antes da imunização, mas não há exigência de receita médica para aplicar a vacina;
  • Haverá prioridade para quem possui comorbidade ou deficiência permanente. Crianças que vivem em lar com pessoas com alto grau de desenvolvimento de covid-19 de alto risco também terão prioridade;
  • A autorização por escrito será necessária apenas se não houver pai, mãe ou responsável presente no momento da aplicação do imunizante.

 

Fonte: Correio Braziliense

A Bahia registrou nas últimas 24 horas, 705 novos casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,06%) e 398 recuperados (+0,03%), de acordo com boletim epidemiológico desta quarta-feira (5). Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) também foram registrados 12 óbitos pela doença.

Dos 1.272.667 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.242.917 já são considerados recuperados, 2.200 encontram-se ativos e 27.550 tiveram óbito confirmado. A pasta ressalta que os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde, que eventualmente tem disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.692.005 casos descartados e 265.819 em investigação.

Vacinação

Até o momento temos 10.804.226 pessoas vacinadas com a primeira dose, 261.041 com a dose única, 8.828.555 com a segunda dose e 1.470.366 com a dose de reforço.

Fonte: BNEWS
Projeto, realizado pelas entidades representativas do agro, já entregou 1.400 cestas básicas em quatro cidades da região





Uma ação conjunta de união e solidariedade tem levado o socorro tão necessário às vitimas das fortes chuvas que atingem diversas cidades da Bahia desde dezembro, causando muitos prejuízos e destruição. A Campanha Solidária Plantar para Alimentar, realizada pelos produtores rurais através de suas entidades representativas e coordenada pelo Núcleo das Mulheres do Agro do Oeste da Bahia, está arrecadando recursos e insumos para levar a quem mais precisa.

Até esta terça-feira, dia 4 de janeiro, já foram entregues ao todo 1.400 cestas básicas e mais de 160 kits de limpeza e higiene, além de cobertores, colchões e agasalhos nos centros comunitários e sedes das cidades de Angical, Cotegipe, Wanderley e Catolândia, alguns dos municípios baianos atingidos pelas enchentes. Como a campanha continua arrecadando mantimentos, a expectativa é alcançar ainda mais famílias com as doações, que estão sendo realizadas quase diariamente.

Uma campanha de todos

A Campanha Plantar para Alimentar foi idealizada pelo Núcleo das Mulheres do Agro no ano passado, como uma iniciativa para levar alimentos às famílias que sofriam com os impactos trazidos pela pandemia. O projeto é realizado pelos produtores rurais do Oeste da Bahia, e para o socorro aos atingidos pelas chuvas, conta com a participação das seguintes entidades: Aiba, Abapa, CDL Barreiras, Sindicato dos Produtores Rurais de LEM, Aprosoja Bahia, Aciagri, Acrioeste, Cooperfarms, Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras, Instituto SLC, Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia (FAEB) e Fundação Bahia.

Saiba como contribuir

Estão sendo doados, além de recursos financeiros de qualquer valor, mantimentos como agasalhos, roupas em geral, cobertores, produtos de limpeza e de higiene e colchões. Qualquer pessoa pode fazer a sua doação, através da conta a seguir:

QUERO AJUDAR:

 Agência 7616-3

Conta Corrente 2593

Banco do Brasil

Instituto Aiba

CNPJ: 21.450.640.0001-73 

PIX: iaiba.doacao@institutoaiba.org.br

Fonte: Marca Studio Criativo/Ascom Núcleo Mulheres do Agro

O efetivo da 83ª CIPM durante todo o ano de 2021, diuturnamente, exerceu com destemor o seu mister constitucional, zelando e servindo os cidadãos dos três municípios sob sua tutela, sendo estes Barreiras, Baianópolis e Cristópolis.

O serviço policial militar requer abnegação e comprometimento de seus agentes em propiciar um serviço essencial à manutenção da ordem pública e ao enfrentamento da criminalidade, desse modo, o Comando da 83ª CIPM parabeniza toda sua tropa, a cada homem e mulher que não mediram esforços e arriscaram suas vidas em seus turnos de serviço para propiciar um serviço de excelência à sociedade, conforme fica demonstrada na expressiva produtividade alcançada nos últimos 12 meses.

Fonte: 83ª CIPM



Bombeiros militares do 2º Subgrupamento (2º SGBM) atuaram no resgate de uma mulher que ficou presa às ferragens, na manhã desta quarta-feira (5), em Luís Eduardo Magalhães, depois de uma colisão envolvendo dois carros de passeio.



A situação aconteceu no cruzamento das avenidas JK e Salvador, por volta das 6h25min. Os militares levaram cerca de 30 min para cortar as partes do automóvel que estavam sobre a vítima, o que permitiu a retirada dela para o atendimento médico por equipes do Samu.

Não há informações sobre as causas do acidente, que deverão ser apuradas pela autoridade policial competente.

Fonte: 17º GBM



Bombeiros militares do 2º Subgrupamento (2º SGBM) atuaram no resgate de uma mulher que ficou presa às ferragens, na manhã desta quarta-feira (5), em Luís Eduardo Magalhães, depois de uma colisão envolvendo dois carros de passeio.



A situação aconteceu no cruzamento das avenidas JK e Salvador, por volta das 6h25min. Os militares levaram cerca de 30 min para cortar as partes do automóvel que estavam sobre a vítima, o que permitiu a retirada dela para o atendimento médico por equipes do Samu.

Não há informações sobre as causas do acidente, que deverão ser apuradas pela autoridade policial competente.

Fonte: 17º GBM

A Polícia Militar do Distrito Federal tem feito campanha de ajuda humanitária aos atingidos pela chuva no estado da Bahia.

Todas as toneladas de alimentos, roupas e água potável arrecadas, foram encaminhadas, inclusive utilizando helicópteros da PMDF, para ajudar os baianos.

Além do Sul da Bahia, o Oeste também tem sido atingido com as chuvas e muitos tem questionado se o GRAER, que foi destinado a região, está sendo usado também para o resgate e ajuda de vítimas no oeste baiano?

Quando foi inaugurado na região oeste da Bahia o Grupamento Aéreo, com base em Barreiras, ao lado do aeroporto, era pra dar suporte às operações oestensivas, investigativa, ações de resgate e salvamento, onde contou com o apoio da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (AIBA), na época.

Fica aqui a pergunta ao governo do estado.


PMDF ajudando os baianos

Fonte: Redação do Blog do Sigi Vilares

Para curar uma virose rápido é importante ficar em casa e repousar, ingerir pelo menos 2 L de água e fazer uma alimentação leve, optando por cozidos e grelhados. Em casos de virose forte, pode ser necessário usar remédios para diminuir os sintomas, como febre, vômitos e diarreia.

Geralmente, a virose é mais comum em crianças, bebês e pessoas com sistema imune fraco e o tratamento demora em média 1 semana, sendo a gastroenterite e o resfriado as viroses mais comuns. Saiba identificar os sintomas para saber se é virose ou não.

Assim, algumas dicas que podem ser seguidas para curar os sintomas da virose mais rápido são:

1. Ficar em repouso

Durante uma virose é importante ficar em repouso, evitando fazer esforços, para ajudar o corpo recuperar as energias e favorecer a eliminação do vírus. Além disso, ao permanecer em casa e em repouso, há diminuição do risco de transmissão do vírus para outras pessoas.

2. Lavar bem as mãos

É importante também lavar regularmente as mãos, isso porque as mãos correspondem a uma das principais formas de transmissão de doenças. Assim, ao lavar as mãos, é possível prevenir a transmissão para outras pessoas. É recomendado lavar as mãos após espirrar e tossir e após usar o banheiro.

3. Deixar o ambiente arejado

O vírus consegue circular mais facilmente em um ambiente fechado e, por isso, é importante deixar o ambiente bem arejado, abrindo as janelas para favorecer a circulação do ar.

4. Beber muitos líquidos

Para prevenir a desidratação provocada pela diarreia, vômitos e febre é necessário ingerir por dia pelo menos 2 litros de água ou soro caseiro, bebendo em pequenos goles. Além disso, os chás, principalmente o de gengibre e o de pêssego sem açúcar, ajudam a combater mais facilmente os enjoos e hidratam o organismo.

Saiba como fazer o soro caseiro assistindo ao vídeo a seguir:



5. Fazer refeições leves

As refeições devem ser leves e de fácil digestão para evitar as náuseas, vômitos e diarreia, devendo-se optar por alimentos cozidos e grelhados, dando preferência a caldos, frutas, como maçã cozida e banana, legumes, como cenoura ou abobrinha cozida ou carnes brancas como frango.

Durante a virose é recomendado não consumir frutas e verduras cruas e alimentos picantes, doces ou gordurosos, já que podem piorar os sintomas e atrasar a recuperação.

6. Usar medicamentos

Durante uma virose pode ser necessário o uso de remédios para parar mais rapidamente os sintomas da virose, devendo ser recomendado pelo médico de acordo com os sintomas, sendo as principais indicações:

  • Medicamentos para combater a dor e a febre: pode-se tomar analgésicos e antitérmicos, como Paracetamol, de 6 em 6 horas para diminuir a dor de cabeça, do corpo e a febre;
  • Medicamentos para combater os enjoos e vômitos: para parar estes sintomas deve-se tomar um antiemético, como Metoclopramida, 15 a 30 minutos antes de comer, podendo-se repetir a dose a cada 8 horas;
  • Medicamentos para combater a diarreia: nestes casos, pode-se tomar um antidiarreico, como Racecadotrila, 3 vezes ao dia, após as principais refeições.

Nos casos de virose, o uso de antibióticos não está indicado, pois não trata doenças causadas por vírus. Desta forma, orientação médica é fundamental para escolher o melhor remédio para tratar a virose.

Além destes medicamentos, o uso de suplementos ricos em zinco e vitamina C, como Vitergan e Cebion por exemplo, ajudam a fortalecer o sistema imune, deixando o organismo mais forte para combater doenças causadas por vírus. Veja também o que comer para curar a virose mais rápido.

Tratamento para virose infantil 

O tratamento para a virose em crianças ou bebês é semelhante ao tratamento para o adulto, porém, é importante ir ao pediatra para adequar o tratamento. Desta forma, é recomendado a criança ou bebê ficar em casa, não indo para o infantário ou escola para não piorar e não contaminar os colegas. Além disso, os pais devem:

  • Medir a temperatura da criança ou bebê a cada 2 horas e caso seja necessário, dar um remédio para baixar a febre segundo a indicação do médico;
  • Incentivar a criança a beber água ou chá de 30 em 30 minutos. No caso dos bebês, é essencial dar de mamar de 2 em 2 horas; 
  • Dar à criança pequenas quantidades de alimentos cozidos, como canja e arroz com frango cozido e maça ou banana;
  • Lavar as mãos da criança ou bebê e dos familiares pelo menos 3 vezes ao dia.

Estas medidas geralmente ajudam a criança a melhorar rapidamente e a recuperar a saúde e o bem-estar.

Quando ir ao médico

É importante ir ao médico quando os sintomas pioram mesmo seguindo todas as recomendações, se a pessoa tem febre acima dos 38,5ºC por mais de 3 dias, não consegue se alimentar bem, se houver sangue nas fezes ou se vomitar mais de 4 vezes por dia.

Nesses casos, o médico pode indicar que sejam feitos exames de sangue para detectar o vírus e assim indicar o melhor tratamento para combater a virose de forma mais eficaz. 

Fonte: TUA SAÚDE

O ano de 2022 iniciou com oportunidade e chance real de entrada no mercado de trabalho, para 25 moradores do município, através do programa Qualifica LEM, da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, numa parceria com o SENAI.

Eliodorio Fraga é um dos 25 alunos do curso de eletricista de redes de distribuição de energia, que teve a aula inaugural nesta segunda-feira (03).

“Minha expectativa é grande, porque é uma área vasta, com muitas oportunidades, e creio quae ao final desse curso quase todos os alunos terão a oportunidade de conseguir uma vaga”, contou.

A formação que será intensiva tem carga horária total de 336 horas, e encerra no dia 02 de abril. Além da parte teórica, os alunos terão a vivência prática também.

"O curso é composto em duas etapas: a primeira teórica, com ensinamentos sobre as normas regulamentadoras e a segunda etapa é a prática, com os alunos trabalhando diretamente com redes de distribuição, fazendo a instalação de postes, ligação e tudo que envolve a parte técnica de redes de distribuição”, explicou o coordenador de cursos do SENAI, Adão Cruz.

Ao final do curso, 65% dos alunos serão absorvidos pelo mercado, daí a importância da mão de obra qualificada, como ressalta o secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Gilson Sena.

"O principal intuito do programa Qualifica LEM, é treinar, capacitar, para que essas pessoas entrem com mais facilidade no mercado de trabalho e ao mesmo tempo sanar uma demanda que existe nas empresas de profissionais qualificados”, ressaltou.

Fonte: ASCOM, prefeitura de LEM

O ano de 2022 iniciou com oportunidade e chance real de entrada no mercado de trabalho, para 25 moradores do município, através do programa Qualifica LEM, da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, numa parceria com o SENAI.

Eliodorio Fraga é um dos 25 alunos do curso de eletricista de redes de distribuição de energia, que teve a aula inaugural nesta segunda-feira (03).

“Minha expectativa é grande, porque é uma área vasta, com muitas oportunidades, e creio quae ao final desse curso quase todos os alunos terão a oportunidade de conseguir uma vaga”, contou.

A formação que será intensiva tem carga horária total de 336 horas, e encerra no dia 02 de abril. Além da parte teórica, os alunos terão a vivência prática também.

"O curso é composto em duas etapas: a primeira teórica, com ensinamentos sobre as normas regulamentadoras e a segunda etapa é a prática, com os alunos trabalhando diretamente com redes de distribuição, fazendo a instalação de postes, ligação e tudo que envolve a parte técnica de redes de distribuição”, explicou o coordenador de cursos do SENAI, Adão Cruz.

Ao final do curso, 65% dos alunos serão absorvidos pelo mercado, daí a importância da mão de obra qualificada, como ressalta o secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Gilson Sena.

"O principal intuito do programa Qualifica LEM, é treinar, capacitar, para que essas pessoas entrem com mais facilidade no mercado de trabalho e ao mesmo tempo sanar uma demanda que existe nas empresas de profissionais qualificados”, ressaltou.

Fonte: ASCOM, prefeitura de LEM
  Curta nossa página
  PUBLICIDADE

| Todos os Direitos Reservados |