Blog Santo Antônio
Notícias

Fonte: Publicidade

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio

Na noite desta segunda-feira (09), a prefeitura de Luís Eduardo Magalhães através da secretaria de Indústria, Comércio e Serviços, realizou um Workshop para os produtores rurais com a participação das empresas Brado Inteligência em Logística de contêineres e Porto Seco Centro Oeste. O evento aconteceu no auditório do Sindicato dos Produtores Rurais.

Estiveram presentes o prefeito Oziel Oliveira; o secretário interino de Indústria, Comércio e Serviços, Eduardo Yamashita; a chefe de gabinete, Pollyane Klauck; o secretário de Meio Ambiente e Economia Solidária, Alcides Meira; o diretor da ABAPA, Marcelo Kappes; o diretor da AIBA, Luiz Pradella e o presidente do Sindicato Rural, Cícero Teixeira.

Para o chefe do executivo, é imprescindível que o agricultor de Luís Eduardo Magalhães conheça soluções logísticas para o transporte do algodão, da soja e do milho, utilizando a linha ferroviária norte-sul, além da possibilidade de trazer grandes empresas que geram centenas de empregos.

“Estamos vendo que os investimentos na malha ferroviária tem aumentado e se faz necessário que nosso produtor também conheça as vantagens de ter sua carga sendo transportada buscando solução logística para diminuir custos e facilitar a exportação. Além de trazer para nosso município, empresas que vão gerar empregos e aquecimento da nossa economia”, afirmou o gestor.

Para o diretor da ABAPA, Marcelo Kapps, é preciso estar de olho na conjuntura que o mercado está vivendo e na demanda, e os produtores de Luís Eduardo Magalhães tem buscado se manter em constante crescimento e atualização.

“A Bahia está muito bem organizada através dos produtores rurais, aqui no município temos o apoio do prefeito Oziel Oliveira que vem promovendo oportunidades como essa, para que o produtor conheça as vantagens que estão à disposição do escoamento da safra. Somos o 2º maior produtor de algodão de todo o país, todo investimento é bem-vindo”, declarou Marcelo.

Os facilitadores Everaldo Fiatkoski, da Porto Seco e Vinícius Cordeiro, da Brado, apresentaram as vantagens da utilização da ferrovia para o escoamento da safra e a possibilidade de fazer a estufagem em Gurupi/TO, e posteriormente na algodoeira, em vez de acontecer no porto de Santos/SP.

Fonte: Assessoria de Comunicação (ASCOM) Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

Fonte: Grupo Santo Antonio

A Caixa Econômica Federal inicia nesta semana o pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os repasses serão feitos até 31 de março de 2020, conforme a data de nascimento dos beneficiários.

O valor será depositado automaticamente, na próxima sexta-feira (13), para pessoas nascidas em janeiro, fevereiro, março e abril, que têm conta poupança na Caixa.

Aqueles com data de aniversário em maio, junho, julho e agosto, recebem a partir do dia 27 de setembro de 2019. Para trabalhadores nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro, o pagamento será feito a partir do dia 9 de outubro de 2019.

Segundo a Caixa, cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança. Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: siteInternet Banking ou aplicativo no celular.

De acordo com a Caixa, o crédito automático só será realizado para quem abriu conta poupança até o dia 24 de julho de 2019.

O pagamento aos não correntistas da Caixa seguirá o seguinte cronograma:

Para saber os valores disponíveis para o saque, os canais de recebimento e as opções de crédito em conta, é só acessar o site da Caixa e informar número do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas), do NIS (Número de Identificação Social), do PIS (Programa de Integração Social) ou do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) e a data de aniversário. Os saques de até R$ 100 poderão ser realizados em casas lotéricas, com apresentação de documento de identidade original com foto e número do CPF. Será feita a leitura da digital no momento do saque. Para quem possui cartão Cidadão e senha, o saque poderá ser feito nos terminais de autoatendimento, em unidades lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui. Quem não tem o cartão Cidadão, deve procurar uma agência da Caixa.

Saque aniversário

Outra modalidade de saque, válida para o próximo ano, será o saque aniversário. Os trabalhadores interessados em migrar para essa sistemática poderão comunicar à Caixa, a partir de 1º de outubro de 2019. Ao confirmar esta opção em um dos canais divulgados pelo banco, o trabalhador deixará de efetuar o saque em caso de rescisão de contrato de trabalho.

Quem realizar a mudança, só poderá retornar à modalidade anterior após dois anos da data da solicitação à Caixa.

Caso o trabalhador não comunique o interesse no tipo de saque, a regra da rescisão será mantida.

A decisão de migrar para a modalidade do saque aniversário, não anula a multa de 40% em caso de demissão sem justa causa.

Fonte: Agência Brasil

Uma ação intensa envolvendo 22 profissionais da limpeza pública de Barreiras foi realizada durante todo o dia desta quinta-feira (5), junto a dois dos principais cartões postais do Município: as Cachoeiras do Redondo e do Acaba Vida. As equipes retiraram o lixo espalhado nos dois pontos, totalizando cerca de uma tonelada de entulhos, copos, papéis, garrafas plásticas e muita sujeira deixada por visitantes que frequentam os locais.

O espaço da Cachoeira do Acaba Vida já contava com um contêiner e duas caixas coletoras para lixo, porém, mesmo assim, as pessoas acabam deixando restos de alimentos, cascas e vasilhames ao ar livre. No caso da Cachoeira do Redondo, que passou a receber um forte fluxo de visitantes após ter o acesso facilitado recentemente com a recuperação da estrada realizado pela prefeitura, um contêiner foi colocado durante a ação de limpeza para receber os descartes de maneira apropriada.

Segundo o coordenador de limpeza, Roni Silva Santos, ações como essa terá sequência para manutenção dos cuidados que requerem as duas cachoeiras. “Principalmente neste período de maior calor, as pessoas visitam com mais intensidade as cachoeiras. Por isso a orientação das secretarias de Infraestrutura e de Meio Ambiente e Turismo, é que estejamos sempre presente fazendo a manutenção e limpeza”, disse.

A coleta de lixo nas duas cachoeiras é realizada uma vez ao mês, com o esvaziamento dos contêineres e caixas coletoras. A Prefeitura busca oferecer toda a infraestrutura necessária para garantir segurança e conforto aos frequentadores, e, desta forma, conta com o apoio de todos na conservação ambiental e limpeza, evitando que o lixo fique alastrado no meio ambiente.

“Precisamos que a população colabore, fazendo cada um a sua parte na preservação desses belíssimos balneários, que são cartões postais do nosso município. A Prefeitura através das secretarias de Infraestrutura e Meio Ambiente e Turismo, vem fazendo todo o esforço necessário para que as nossas cachoeiras estejam acessíveis e preservadas, mas é indispensável a colaboração da população, dos turistas e visitantes”, destaca o secretário de Infra, João Sá Teles.

Fonte: Dircom Barreiras

Foram cinco dias de vendas, atrações, serviços que somaram um volume de negócios de mais de R$ 4 milhões, na 8ª edição da EXPOLEM, a maior feira de negócios e entretenimento do Oeste Baiano, realizada pela prefeitura de Luís Eduardo Magalhães em parceria com a ACELEM.
O balanço final da movimentação comercial superou as expectativas de vendas e de público, com mais de 80 mil visitantes e consumidores. De acordo com o presidente da ACELEM, Jother Arcanjo, os 125 expositores tiveram suas marcas divulgadas e grandes negócios foram realizados.
“É uma satisfação ver o resultado que a EXPOLEM 2019 trouxe para economia da cidade, e de forma especial, para os expositores que acreditaram no potencial dessa feira que a cada ano só cresce. Quero agradecer a visão do prefeito Oziel Oliveira, que tem impulsionado o nosso comércio e buscado dar a EXPOLEM uma marca de qualidade como ele fez com a Bahia Farm Show”, comentou o empresário.

A estrutura montada na Praça dos Três Poderes teve praça de alimentação, auditório para palestras, workshop, apresentações culturais, parque de diversões e apresentações musicais com os artistas Lukão, Henrique Sallys, Júnior Soares, Robério Mendes, Rodrigo Rocha.
Para o empresário Marcelo Martins, da Fama-Mitsubishi, a EXPOLEM 2019 atraiu o público pela estrutura e organização que proporcionou a empresa uma oportunidade excelente de negócios.
“Foi uma feira excelente na qual podemos ter um contato direto com os comerciantes locais, além de nos oferecer um público variado, nos cinco dias de evento. Estamos com negócios que surgiram durante a feira e que devem ser fechados ao longo da semana. A EXPOLEM estava muito bem organizada, o evento agregou bastante a nossa marca”, afirmou o empresário.

O prefeito Oziel Oliveira falou da importância da EXPOLEM para o município, do volume de vendas e pós-venda que a feira gera. Para o chefe do executivo a EXPOLEM de 2020 vai ganhar o potencial para estar entre as maiores feiras do Brasil.
“Sem dúvidas nenhuma, a parceria com a ACELEM, com o apoio dos empresários do nosso município proporcionou o sucesso da feira. Estão planejando, como fizemos com a Bahia Farm Show, uma estrutura que coloque a EXPOLEM entre as maiores e melhores feiras de negócio do Brasil. Temos todo o potencial para que isso já aconteça em 2020”, declarou o gestor.
A EXPOLEM 2020 já está sendo planejada, segundo o secretário interino de Indústria, Comércio e Serviços, Eduardo Yamashita. “A visão empreendedora do prefeito Oziel nos possibilita sonhar e realizar, e a EXPOLEM de 2020 já está sendo planejada. Vamos trazer muitas novidades para o nosso município na área de tecnologia e varejo. Seguimos impulsionados por nosso prefeito das grandes obras e grandes eventos” finalizou o secretário.

Fonte: Ascom Prefeitura LEM

 

A primeira impressão de quem ver um planador pode ser a de um objeto pequeno, frágil, mas basta conferir de perto essas aeronaves para perceber o quanto elas são estáveis e seguras. O planador é uma aeronave, na maioria das vezes, sem motor. Para se manter em voo, o piloto busca as massas de ar quente que se deslocam do solo para a atmosfera. São elas que sustentam o avião no ar.

 

A região do Centro-Oeste é uma das melhores do país para a prática do voo a vela. Principalmente durante o período de seca, quando é maior a incidência de térmicas, que são consideradas o combustível do voo. Por isso Luís Eduardo Magalhães está sediando a 61ª edição do Campeonato de Voo a Vela do Centro Oeste.

Os competidores disputarão o título até o dia 14 de setembro no aeroporto da cidade. O evento é preparatório para o campeonato brasileiro e para o mundial, quando competidores de diversos países, estarão na cidade. Os planadores saem todos os dias a partir das 10 horas da manhã e retornam até às 16 horas.

A decolagem

É com a ajuda de outro avião que os planadores decolam. Eles ficam presos por uma corda comum, que só não pode ser feita de material elástico. Quando chegam à altitude média de 600 metros o piloto do planador, de dentro da sua cabine, comanda o desligamento. A partir desse ponto, ele está em voo livre.

 

Fonte: Mais Oeste
O desassoreamento do Rio Grande que já iniciou e que deve durar pelo menos 15 dias compõe as ações promovidas pela Prefeitura de Barreiras e parceiros





A partir desta segunda-feira (9) até sábado (14), o Bioma Cerrado será foco das atenções e homenagens realizadas pela Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo e entidades parceiras. Uma ampla programação será cumprida na sede do município e zona rural, como forma de chamar a atenção da população sobre a importância do segundo maior bioma da América do Sul, o Cerrado, que tem seu dia oficial celebrado em 11 de setembro.

As obras de desassoreamento do Rio Grande iniciadas em pontos próximos ao Parque de Exposições Engenheiro Geraldo Rocha, no centro de Barreiras, que preveem a retirada de bancos de areias que se formaram ao longo dos anos, deram início à programação organizada pela Secretaria de Meio Ambiente e Turismo em conjunto com a de Educação e de Infraestrutura. Na terça-feira (10) e na quinta-feira (12) serão realizadas oficinas de educação ambiental nas comunidades de Rio de Pedras e São Vicente, respectivamente, em parceria com as associações Aiba e Abapa.

Encerrando a programação, no sábado (14), será realizado um grande mutirão de limpeza do Rio Grande, com a soltura de alevinos. Todo material retirado será levado a Praça Landulfo Alves e ficará exposto por um período, quando estudantes de escolas públicas, privadas e universidades passarão pelo local. A proposta da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo visa chamar a atenção para ações de prevenção e educação ambiental. “A ideia é evidenciar questões como a responsabilidade de cada um e o impacto ambiental que ações impensadas podem causar”, destaca o coordenador de educação e sustentabilidade da Secretaria, Ronaldo Ursulino.

Sobre o Bioma Cerrado - O Cerrado ocupa uma área de 2.036.448 km2, cerca de 22% do território nacional. A sua área contínua incide sobre os estados de Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Bahia, Maranhão, Piauí, Rondônia, Paraná, São Paulo e Distrito Federal, além dos encraves no Amapá, Roraima e Amazonas. Neste espaço territorial encontram-se as nascentes das três maiores bacias hidrográficas da América do Sul (Amazônica/Tocantins, São Francisco e Prata). O Cerrado brasileiro é reconhecido como a savana mais rica do mundo, abrigando 11.627 espécies de plantas nativas já catalogadas. Cerca de 199 espécies de mamíferos são conhecidas, e a rica avifauna compreende cerca de 837 espécies. Os números de peixes (1200 espécies), répteis (180 espécies) e anfíbios (150 espécies) são elevados. De acordo com estimativas, o Cerrado é o refúgio de 13% das borboletas, 35% das abelhas e 23% dos cupins dos trópicos.

Fonte: Dircom Barreiras

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio

Uma ação prévia a Semana do Cerrado (comemorada de 9 a 14 deste mês) está sendo posta em prática pela Secretaria de Meio Ambiente, por meio do Projeto Barreiras Bonita Por Natureza, em parceria com a Secretaria de Infraestrutura de Barreiras, no leito do Rio Grande, no centro da cidade. Trata-se do projeto de desassoreamento do rio, elaborado por técnicos da Secretaria de Meio Ambiente e que após ser validado junto ao Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), no formato de inexigibilidade de outorga, começou a ser executado nesta quinta-feira (5).

Durante pelo menos 15 dias homens e máquinas irão trabalhar retirando bancos de areia que se formaram ao longo dos anos e que aos poucos foram comprometendo a vazão da água no local chamado de Baia da Guanabara. “Era um anseio da população de Barreias, as pessoas ficavam impressionadas com a imagem impactante da baixa no rio. Pensavam que o rio estivesse morrendo e modificando o seu curso”, explica o secretário de Meio Ambiente, Demósthenes Júnior.

O prefeito Zito Barbosa acompanhou de perto o andamento dos trabalhos e falou da ação de preservação. “É uma intervenção de suma importância para a preservação do curso d’água e recuperação do leito do nosso Rio Grande, que é um cartão postal da nossa cidade, um patrimônio natural. Por isso após obtermos a autorização do Inema, iniciamos os trabalhos de desassoreamento, com o objetivo de preservar a beleza desse rio maravilhoso, bem como assegurar as condições da prática dos esportes náuticos em nossa cidade”, disse.

Amparado por um amplo e criterioso estudo, realizado na secretaria, o projeto prevê a retirada de bancos de areia em pelo menos dois pontos do rio, próximos ao Parque de Exposição Engenheiro Geraldo Rocha. O curso d’água permanecerá com as mesmas características e a retirada será apenas do material oriundo de assoreamento que foi acumulado. Com esta ação serão evitados danos a flora e a fauna, possíveis inundações nesse trecho e, ainda garantirá mais segurança à população, quanto ao risco de acidentes.

De acordo com a engenheira ambiental que trabalhou na elaboração do projeto, Marisa Rodrigues Costa, todo o levantamento técnico foi apresentado ao Inema em outubro de 2017, com total consentimento, por parte do órgão. “Este relatório foi elaborado com base na legislação ambiental vigente e normas técnicas existentes que tratam do assunto, considerados suficientes para o efetivo controle ambiental da atividade proposta”, explica.

Após a conclusão dos trabalhos de desassoreamento, já na Semana do Cerrado, um grande mutirão, no dia 14, unirá entidades e população para a limpeza do Rio Grande. Todo material retirado será levado a Praça Landulfo Alves e ficará exposto por um período, quando estudantes de escolas públicas, privadas e universidades passarão pelo local. A proposta da Secretaria de Meio Ambiente visa chamar a atenção para ações de prevenção e educação ambiental.

Sobre o Rio Grande – O Rio Grande é um dos mais importantes afluentes do rio São Francisco e nasce próximo à divisa entre Bahia e Goiás, na Fazenda Santa Emília em São Desidério, percorre 502 km até chegar ao Rio São Francisco, em Barra do Rio Grande. Da nascente à foz, há um desnível de aproximadamente 450 m. Os afluentes da margem esquerda têm maior potencial hídrico que os da direita. Devido a concentração de chuva e alimentação dos aquíferos. Na margem esquerda, os principais afluentes do Rio Grande são os rios das Fêmeas, de Ondas, Branco e Preto. Na margem direita é o rio São Desidério.

 

Fonte: Dircom Barreiras

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Publicidade

Fonte: Publicidade

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio
  Curta nossa página
  PUBLICIDADE

| Todos os Direitos Reservados |